sobre a arte de não dormir

sim, é uma arte.

uma espécie de insistência estúpida.

dormi duas horas de sexta pra sábado. vários motivos.

o sábado de manhã foi uma maravilha à parte.

segue.

§

9 da manhã toca o interfone. o cara da NET, pra trocar o ponto da virtua.

– dica 1: nunca marque NET sábado de manhã sem ter certeza de como será sua sexta.

o cara veio, falou e falou e falou. e trocou a virtua. e falou. e me deu o e-mail dele pra caso de… – nisso a minha cabeça estava em ouuuuuuutro lugar, outro universo, outra realidade: meudeeeeeeus por favor tira esse homem daqui!!! NET? VIRTUA? alguém faz um ato terrorista contra isso tudo???

é lindo ter internet em casa – como diriam uns amigos meus, marabitchoso – mas a NET na sua casa sábado de manhã e você dormido duas horas… NOT!!!

§

o cara foi embora. eu tomei 1 litro de café.

feira.

café pra todo mundo aqui – vó e irmão, como sempre.

e mais outras coisas.

resumo: só fui dormir na hora de sair, à noite.

§

mas a noite foi perfeita.

namô, casa de amiga, vinho e chuva no humaitá.

sometimes… compensa ser uma dona de casa de quase trinta anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: